Black Lives Matter: um site que te diz como ajudar

Uma plataforma online, simples, onde estão petições, protestos, fundos para doações e recursos relacionados com a onda de manifestações Black Lives Matter.

Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Esta terça-feira, o Instagram pintou-se em tons de preto, numa mobilização que começou como um apelo da indústria da música mas depressa ganhou contornos desconexos desse ponto de partida. Várias pessoas uniram-se à hashtag #BlackoutTuesday e partilharam uma imagem quadrada de tons pretos. A manifestação foi simbólica e terá tido um impacto global, mas surgiram também algumas críticas em relação à pouca substância da acção: afinal, como podemos fazer para ajudar?

O site blacklivesmatters.carrd.co parece ajudar nesse sentido. Enquanto os feeds de redes sociais continuam a ser uma maré de informação desorganizada, permitindo seguir o que está a acontecer, o utilizador de Twitter @dehyedration decidiu criar uma plataforma online, simples, onde estão reunidas petições, protestos, fundos para doações e recursos relacionados com a onda de manifestações Black Lives Matter.

Com tradução para diferentes línguas com a ajuda de outros utilizadores (também há uma versão portuguesa), o site reúne um conjunto de informação útil como um mapa dos protestos que estão marcados ou a decorrer nos vários cantos do mundo, ligações para diferentes petições que foram sendo organizadas e um conjunto de recursos; por exemplo, estão disponíveis páginas educativas sobre a história negra da América ou o que significa anti-racismo, uma bibliografia comunitária no Google Drive e um link para o site blacklivesmatter.com.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.